13 de agosto de 2016

A Arte Mágica perde um Notável Representante - Basílio Artero Sanchez - "Mr. Basart"

Faleceu no último dia 12/08/2016, em São Paulo, o Mágico  "Mr. Basart", Basílio Artero Sanchez (22/08/1949) e, sem sombras de duvidas, deixou uma lacuna difícil de ser preenchida. Natural de Huércal-Overa, província de Almería, Espanha, "Basart" era muito conhecido do público pela sua atuação no Programa "Bambalalão" da TV Cultura nos anos 1980. Através das suas frequentes apresentações, por sete anos consecutivos,  criou uma enorme rede de fãs e despertou em muitos deles o interesse pela Arte Mágica. Atuou em quase todos os estados brasileiros e em diversas partes do mundo. Orgulhava-se de ter trabalhado no Japão, por seis meses numa mesma casa, duas sessões diárias, e de não ter repetido nenhum número nos 360 shows que apresentou.
Em 1982 criou, juntamente com o mágico "Gran Leo" (Leonardo Pinto Filho, 1945-2012), o Museu de Arte Mágica e Ilusionismo "João Peixoto dos Santos", que se tornou uma referência sobre a história da Arte Mágica no Brasil e no mundo. O museu, além de possuir um importante acervo, foi sede de eventos e de inúmeros cursos de mágica. 
Quando se referia ao museu, Basart costumava dizer: " Este museu é assim, narra a história da mágica e do Ilusionismo e faz todo visitante voltar um pouquinho a ser criança".
Responsável pelo quadro "Curiosidades Mágicas", uma vez por mês apresentava-se no Programa Truques & Ilusões com uma curiosidade referente ao universo da magia.
Foi empresário do ramo gráfico, era formado em Publicidade e Propaganda, Jornalismo e Direito, criou e editou a revista "Passe Mágico", que teve a duração de 19 edições.
Com 46 anos envolvidos com a Arte Mágica, cujo início se deu no ano de 1970 e prestes a completar 67 anos, "Mr. Basart" deixa os palcos da vida para entrar na história.
Mais uma perda irreparável! A Arte Mágica empobreceu!
OZcar Zancopé 

















2 comentários:

  1. Grande mágico, ficará eternizado em nossos corações...

    ResponderExcluir
  2. Que destino levou o museu, agora que nosso amigo e colega se foi?

    ResponderExcluir