27 de junho de 2016

MORGAN, O Grande Mestre!

Sarmento de Lima Morgado, conhecido no meio mágico pelo pseudônimo de “Morgan”, é um ilustre representante da Arte Mágica brasileira. Seu envolvimento com a mesma teve início em 1944 depois de assistir uma apresentação do Mágico norte-americano “Mr. George” que, segundo Morgan, foi quem despertou a sua paixão pela arte, embora tenha sido atraído, desde pequeno, pelas artes cênicas e por assuntos ligados à mística. Através do livro “Tratado Completo de Prestidigitação e Ilusionismo” de autoria de J. Peixoto e de alguns equipamentos adquiridos do próprio Peixoto, teve início a sua carreira. É natural da cidade de Presidente Prudente - São Paulo (10/04/1930), tendo residido, também, em Erechim-RS, onde fundou o Teatro do Estudante e, posteriormente, já na cidade de Ponta Grossa – Paraná, criou o grupo Experimental de Teatro, atuando como Ator e Mágico.
Em 1960, em Ponta Grossa,  criou a EPA-Escola Popular de Artes, ministrando variados cursos por correspondência até que, em 1962, lançou, também por correspondência, o “Curso de Arte Mágica, Ilusionismo e Prestidigitação”, atraindo alunos em todo o território nacional. Foram 17.700 matrículas no decorrer do período em que foi ministrado. Atualmente o curso (revisado e atualizado), está encadernado e é comercializado pelo “Ao Rei das Mágicas Ltda.”, empresa de sua propriedade. O sucesso foi tanto que, para manter os alunos informados sobre o movimento mágico nacional e internacional, criou a revista “Arte Mágica”, cujo lançamento ocorreu em outubro de 1964. Morgan queria mais! Viu em São Paulo as possibilidades de expansão dos seus negócios e transferiu-se para a Capital e a “EPA” é transformada na EBAC- Escola Brasileira de Artes e Cultura. 
O ano era 1965. Inaugura sua primeira loja de mágicas e mais uma vez o sucesso o acompanha. Não demorou muito para que viesse a segunda..., a terceira..., chegando ao expressivo número de 22 lojas (São Paulo, capital e interior, e Rio de Janeiro). Para suprir a demanda, instalou uma “fábrica”, como gosta de chamar, na cidade de Guarulhos e passou a fabricar todo o material catalogado, atendendo, inclusive, outras empresas através do atacado.  
Dificuldades de logística e as facilidades para o comércio através da Internet determinaram uma nova orientação dos negócios e atualmente são mantidas duas lojas (Av. São João e Shopping Ibirapuera), e o “grosso” das vendas, atacado e varejo, é feito através de site.(www.reidasmagicas.com.br). Em breve será inaugurada a nova sede da empresa onde estarão concentradas as atividades de loja, fábrica e escritório. As obras estão em fase final de execução e ocupará uma área de 1.800m², em três pavimentos – Rua Major Diogo, 560 – Bela Vista – São Paulo – Capital.
Foi responsável pela criação da SBM-Sociedade Brasileira de Mágicos, fundada em 1981 que, por cinco anos,congregou significativo número de Mágicos, e pela realização de três edições do Congresso Internacional de Mágicos.
Dedicado às apresentações, atuou por 15 anos consecutivos nas categorias de Grandes ilusões, Salão, Crianças e Close-Up.  Esteve presente em inúmeros congressos, mas perguntado sobre quais são as suas melhores recordações, responde: “As viagens aos Congressos da FISM”.  Foram dois em Lausanne, na Suíça e um em Madri, na Espanha, ressaltando a importância do aprendizado, o conhecimento das novas tendências e a excelente oportunidade de rever e fazer amigos.
Homenageado pela Câmara Municipal de São Paulo recebeu, em 17/06/2013, o “Diploma de gratidão pelos serviços prestados à Arte Mágica e medalha de mérito”.
Quando perguntei ao Morgan sobre como conseguiu chegar aonde chegou, seus olhos marejaram e creditou o sucesso ao seu “grande braço direito”, sua esposa Romilda. Foram 57 anos juntos, muita cumplicidade e árduo trabalho. Construíram uma família, tiveram dois filhos, e a sua presença, sempre muito marcante, norteou o rumo de toda esta história. Dona Romilda deixou o palco da vida em 2009, mas é possível perceber o quanto foi e ainda é amada por toda a sua família.
Casamento com Dona Romilda
Ficam aqui prestadas as nossas homenagens, minha e da Revista Magi, a esse grande empreendedor que desde 1961 compartilha comigo a sua amizade, e o nosso reconhecimento pelo seu valioso trabalho em prol da Arte Mágica e de todos aqueles que tiveram os caminhos orientados pelos  seus ensinamentos. Sim, MORGAN, O Grande Mestre!
OZcar Zancopé  





Morgan executando uma das belas ilusões, a levitação

Durante show infantil









Observação: A presente matéria, de minha autoria, está publicada na Revista Magi, edição nº 48 de junho de 2014, para a qual foi especialmente escrita. www.revistamagi.com.br


8 comentários:

  1. Agradeço ao querido Ozcar e à revista Magi!

    Morgan (Sarmento Morgado) é um mito da magia brasileira. Fez e faz muito pela mágica!

    Foi pioneiro em diversos aspectos de comercialização: lançou cursos à distância (anunciando em revistas famosas de grande circulação, durante muitos anos) ensinando mágicas e hipnose.

    Lançou um curso completo (com uma apostila maravilhosa) à distância, abrangendo todas as categorias de magia - inclusive as grandes ilusões -, com acesso para todos que quisessem (por correspondência e divulgado em mídias de massa nos anos 60 e 70).

    Teve a primeira e maior rede de lojas físicas de mágicas do país, em pontos excelentes de grandes avenidas e galerias.

    Montou a primeira indústria mecanizada e com processos de produção do país (em Guarulhos) para fornecer mágicas em metal, papel, plástico, acetato e madeira para muitas e muitas lojas do Brasil e do exterior.

    Lançou a primeira revista de mágica em offset, a primeira coleção de livros (do Cahuê Filho, do João Peixoto, etc) para venda ininterrupta, além de publicações sobre grandes ilusões e outros itens comercializados em suas lojas.

    Realmente, um grande divulgador da mágica, um empresário dedicado no setor, que merece total reconhecimento.

    Inúmeros mágicos começaram a profissão por meio do esforço do Morgan, por seus cursos à distância ou presenciais e em suas lojas. Qualquer um podia comprar o que quisesse (como é nos EUA, Europa e Japão), havendo venda sem receio de permitir acesso ao interessado. Quer mágica? Tenha a mágica e seja um mágico. Tudo em prol da arte. Incentivou milhares de pessoas!

    A sua postura ajudou bastante a desenvolver a magia no Brasil. Ainda que não esteja tão avançada quanto poderia, boa parte do progresso se deve ao Morgan!

    Tenho muito carinho por ele. Conheço-o há décadas. Estive com ele em bons momentos... e em momentos difíceis (como o da morte de sua esposa). Respeito muito o colega Morgan. Muita luz e saúde para o confrade!

    E obrigado, Morgan!

    Claudio Carlos de Souza - São Paulo-SP

    ResponderExcluir
  2. Recifense e ainda um adolescente, quando pela primeira vez peguei um catálogo que continham as novidades que o Morgado oferecia em sua loja situada na av. São João em São Paulo.
    Eu nunca havia ido a Sampa, mas foi naquele momento que sabia pra onde deveria ir assim que tivesse a oportunidade de ir pela primeira vez a terra da garoa.
    Aquele endereço nunca mais saiu da minha cabeça, e assim o fiz.
    Quando pus os pés em São Paulo, fui logo conhecer a minha primeira loja de mágicas.

    ResponderExcluir
  3. Belíssima Homenagem! O Morgan foi a minha porta de entrada para a Arte Mágica, 1984, 1985...através da SBM. Meus primeiros Aparelhos; meu primeiro Curso de Mágicas; meu primeiro Congresso; minhas primeiras amizades...tudo, eu devo ao Morgado. Inclusive, foi num desses Congressos em 1985, que conheci o Ozcar! Muito obrigado Morgan!!! Parabéns Ozcar, por essa Matéria.

    ResponderExcluir
  4. Amigo Morgado, um ícone. O maior divulgador da Arte Mágica no Brasil. Através do seu Curso Mágico por correspondência, dei os primeiros passos nesta maravilhosa arte.

    ResponderExcluir
  5. Grande Sarmento de Lima Morgado (MORGAN): Um dos pioneiros! Um dos maiores incentivadores da arte mágica no Brasil. Muitos dos grandes mágicos veternos iniciaram com ele, com seu curso de magia por correspondência (inicialmente em Ponta Grossa no Paraná e finalmente em suas lojas emo e os ilusionuistas tem memória curta e pouqúíssimo desta nova gerações o conhecem e sabem dar seu real valor. São Paulo). Muitos equipamentos comprei dele, muito participei de suas revistas como frequentec olaborador (com o nome - na época - de HYMAN - Vitor H. Cardia) antes de ser conhecido como KARDINI. Infelizmente o povo e os mágicos tem memória curta e pouquíssimos desta nova geração de mágicos brasileiros o conhecem e sabem lhe dar o real e merecido valor!

    ResponderExcluir
  6. Morgam...Morgado...ou Sarmento Morgado...Um dos "pilares" da nossa arte no Brasil...tive a honra de ter participado dos seus congressos!!! Na nossa geração, quem não teve um aparato mágico fabricado pelo Morgan? Durante o Congresso Internacional de Mágico "SBM" 1985, presenciei o Sr. Morgado recebendo na recepção do hotel uma ligação do Recife, era o pai de um garoto de 15 anos que ele estava vindo participar do Congresso e pedindo atenção especial ao mesmo, pois era a primeira vez que viajava sozinho. O Sr. Morgado sobrecarregado de compromissos com o inicio do evento, participando de entrevistas, recepcionando os colegas mágicos estrangeiros...simplesmente providenciou a recepção do garoto no aeroporto de Congonhas e pediu a mim e outros colegas que compartilhássemos com ele a segurança e atenção ao mesmo. Atencioso, humilde, responsável...Este é o Sr. Sarmento Morgado. (São coisas que marcam). MágicoIvan.

    ResponderExcluir
  7. Sr.Morgado, lenda viva da arte mágica brasileira. Sou teu fã, enorme abraço!
    Miguel

    ResponderExcluir
  8. Marwel e lia mágicos11 de abril de 2017 00:54

    Muito.comprei aparados magicos parabens prof.morgado ....abrakadabraaa magi abraçossss..

    ResponderExcluir