1 de dezembro de 2011

João Peixoto dos Santos

NO TESTE DO MÊS DE NOVEMBRO  A PERGUNTA FOI:

Qual Mágico brasileiro publicou vários livros sobre a Arte Mágica, sendo um deles intitulado "Tratado Completo de Prestidigitação e Ilusionismo"?

97% dos votos foram para a resposta correta.

João Peixoto dos Santos
João Peixoto dos Santos, ou simplesmente J.Peixoto, tem a  máxima importância para o desenvolvimento da Arte Mágica no Brasil, pois foi através do seu incansável trabalho e ferrenha dedicação que a mesma deu seus primeiros e decisivos passos.
A história do seu interesse pela Arte Mágica não é muito diferente do da grande maioria, ou seja, ainda com pouca idade, aproximadamente por volta dos 15 anos,  toma contato com  alguns livros e se apaixona de forma irreversível por ela. Porém, a falta de contato com outros adeptos não lhe permite avanços significativos. Somente a partir do ano de 1900 é que começa uma nova e produtiva fase. J.Peixoto, já com 21 anos de idade  , tem a oportunidade de assistir espetáculos de grandes Mágicos que  passavam pelo Brasil, como Chéfalo, Dr. Richards, Faure Nicolay, Watry, Maieroni, Raymond,  entre outros.  
A presença desses artistas  estimulou o interesse de outras pessoas e, em consequência, a necessidade de novos conhecimentos. Através deles, Peixoto tem informações sobre o movimento mágico na Europa e Estados Unidos, bem como da existência de lojas que comercializavam equipamentos para mágicos e também de sociedades onde os mágicos se reuniam para estudar e aperfeiçoar seus conhecimentos. Vai para Paris e visita as lojas, conhece novos mágicos, adquire o que havia de melhor em equipamentos e volta para o Brasil desejoso de implantar algo parecido com o que tinha visto.
Sua casa virou ponto de encontro de aficionados, tornando-se, também, passagem obrigatória de todos os grandes mágicos que cumpriam temporada em São Paulo, onde residia  desde 1902, sendo reverenciado como a maior autoridade em magia no Brasil. 
Tornou-se conhecido em todo o mundo; correspondia-se com as maiores notabilidades mágicas internacionais, entre elas, Harry Houdini.
O contingente de  amadores cresce e as necessidades de equipamentos também. Peixoto  começa a fabricação e importação de equipamentos e os comercializa. Grande parte  vinha dos Estados Unidos, França e Alemanha.
Em 1910 instala a primeira loja de mágicas do Brasil, " A Casa das Mágicas". Edita o "Boletim de novidades mágicas" (órgão oficial da loja), e catálogo totalmente ilustrado, além de suplemento de novidades para profissionais, pois muitos daqueles amadores  se profissionalizaram e essa necessidade tornou-se imperiosa. 
Publicou o periódico " O Propagandista - Jornal do Farsista", cujo objetivo era a divulgação dos equipamentos que comercializava, a prestação de informações e o combate a falsos médiuns e fenômenos ditos paranormais.
Incansável, Peixoto funda em 1918, juntamente com outros Mágicos, a "Associação dos Artistas Prestidigitadores" que tinha como órgão oficial de divulgação o boletim "O Prestidigitador", porém, por falta de apoio e interesse dos demais, ambos foram descontinuados.
Em parceria com Corrêa Pereira, edita em 1920 o livro "A Prestidigitação Revelada" que, segundo dados históricos, esgotou-se na 2ª Edição. 
Em 1921 funda o "Circulo Mágico Internacional" e lança o "Boletim Mágico" como seu órgão oficial de divulgação, cujo período de atividade, sob a sua batuta, vai de 1921 a 1925.
Em 1929 edita o "Curso de Prestidigitação e Transmissão do Pensamento", que se esgota rapidamente. Em seguida lança o "Curso de Mágicas por Correspondência".
A "Casa das Mágicas" tem agora o seu órgão oficial: "Jornal do Mágico", cujo lançamento ocorre em 1936.
Coroando de forma ímpar a trajetória desse importante baluarte da nossa arte, seguem-se os lançamentos de seu maior feito; Em uma época que, seguramente as coisas não deviam ser fáceis, edita três livros, referências até os dias atuais de colecionadores e estudiosos do Brasil e de outras partes do mundo: "Tratado Completo de Prestidigitação e Ilusionismo" (1937); Curso Prático de Prestidigitação e Ilusionismo" (1943); Trucs de Magia Selecionados" (1946).
Nascido em Minas Gerais, na Cidade de Formiga (17/05/1879), foi casado com Dona Maria José de Campos Peixoto e   teve oito filhos (cinco mulheres e três homens), sendo que alguns fizeram parte do grupo "Os Peixotinhos". Embora não saiba precisar quantos deles participavam , tenho na lembrança os comentários que me fazia um deles, Norman Peixoto dos Santos, integrante do grupo e continuador do trabalho do  Pai, sobre o sucesso e volume significativo de suas atuações. Essa foi mais uma das "criações" vitoriosas  do "Professor", assim chamado por todos os que o conheceram. 
Nosso querido Professor tinha somente 67 anos quando deixou para sempre o "palco da vida" (06/09/1946), e em sua Certidão  de Óbito está escrito: "Não deixa bens". Para o Escrevente os bens materiais, para nós Mágicos,  deixou uma herança incontestável!


J.Peixoto
J.Peixoto

Cartaz de divulgação do Grupo "Os Peixotinhos"

Observação: 
As fotos que ilustram esta matéria são originais e me foram cedidas pelo Mágico Karpes que as obteve junto a familiares de J.Peixoto, e a quem agradeço pela inestimável colaboração, também, com  dados bibliográficos. 

6 comentários:

  1. Olá Ozcar. Sou seu colega de mágica (apesar de não viver de mágica e nem almejar tal feito) e colega de blog. Tenho um blog chamado "Água & Azeite" ( www.aguaeazeite.wordpress.com )onde busco histórias, curiosidades e lendas da mágica. O objetivo, tal qual seu blog, é espalhar um pouco de cultura da arte mágica, tão vilipendiada nos últimos tempos por Mister Ms e Criss Angels.

    Para o meu novo post eu estava pesquisando sobre a vida de João Peixoto e acabei descobrindo e me apaixonando por seu blog. COmo o texto já estava lá, pronto, inclusive com várias fotos maravilhosas, não tive dúvidas: copiei e colei o texto no meu blog.

    Obviamente citei a fonte e pus um link para a postagem original. Além disso, inclui seu blog entre os blogs "parceiros".

    Como não achei outro local para entrar em contato contigo, venho por meio deste comentário comunicar sobre a minha postagem.

    Obviamente, se for de sua vontade, retirarei a postagem do ar e publicarei uma nova postagem toda escrita por mim, ao invés de citar a sua.

    Aguardo contato e quem sabe até uma troca de histórias, informações ou apenas um bom papo mágico. E aguardo a sua visita em meu humilde blog.

    Um forte abraço aqui do Sul.

    Com carinho

    Leonardo Glass
    www.aguaeazeite.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Leonardo Glass. Com grande alegria recebo esse seu comentário sobre o meu Blog e pelo interesse na postagem sobre J.Peixoto. A minha decisão de ter um Blog foi para que eu tivesse a oportunidade de dividir com a Classe Mágica um pouco do que aprendi durante minha trajetória como Mágico (este ano completei 51 anos de envolvimento com a Arte). Vi o seu Blog, gostei muito e passei a ser seu seguidor. Acredito que podemos contribuir para o desenvolvimento dessa Arte que tanto amamos. O material postado no meu Blog está disponível e a única exigência é que sejam feitos os devidos créditos.
      Um grande abraço e meus cumprimentos pelo seu Blog.
      Ozcar Zancopé
      ozcarzancope@terra.com.br

      Excluir
    2. Caríssimo Ozcar.

      É com muita alegria que li seu comentário. Tenho convicção de que apenas a união dos mágicos brasileiros poderá fomentar de forma verdadeira e integral a arte mágica.

      Quanto aos créditos, todos foram devidamente dados, inclusive com links para o seu blog (o qual, repito, tornei-me fã).

      Espero que possamos continuar essa troca de mensagens a fim de estreitarmos os laços e, admito, para que eu possa aprender um pouco mais com aqueles que estão nessa estrada a mais tempo do que eu.

      Um forte abraço e sucesso nos projetos!

      Com carinho

      Leonardo Glass

      Excluir
  2. Gostaria de saber onde ele foi sepultado.

    ResponderExcluir
  3. Gostaria de saber onde ele foi sepultado.

    ResponderExcluir
  4. Seu Oscar,
    Sou aqui de Formiga-MG, e até pouco tempo pouquissimos formiguenses, sabiam da historia dele. Fui prefeito aqui em Formiga-MG por dois mandatos 2005-2012, e ao tomar conhecimento deste fenomenal conterraneo, resolvi homenageá-lo, e ao instalar um teatro de bolso, o denominamos com o nome de João Peixoto dos Santos. Na época tentamos encontrar parentes dele mas, não foi possivel. Aí fizemos a inauguração e buscamos um magico em BH, que agradou em muito os presentes. Obrigado

    ResponderExcluir